Nas últimas horas, SEF apanhou pessoas procuradas pela justiça nas fronteiras do Caia e Mourão

Ação de Fiscalização do SEF

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras detetou, nas últimas 24 horas, 11 medidas cautelares em seis dos 18 pontos de passagem autorizados (PPA), no âmbito do controlo de passagem de cidadãos nas fronteiras terrestres entre Portugal e Espanha.

Segundo revelou o SEF, em Vila Verde da Raia foi detetada uma medida cautelar com indicação de vigilância discreta e controlo específico.

Em Castro Marim, o SEF detetou cinco medidas cautelares, uma para vigilância discreta e controlo específico e quatro para apreensão de documentos de identificação.

No Caia, foi detetada uma medida para vigilância discreta e controlo específico.

Em Quintanilha, uma referente a pessoa procurada no âmbito de processo judicial e uma outra para apreensão de documento de identificação, tal como no PPA de Mourão.

Já em Vilar Formoso, o SEF detetou uma medida cautelar com pedido de paradeiro judicial.

De acordo com o SEF. “a deteção destas medidas decorre da utilização de um sistema móvel, implementado pelo SEF, que permite efetuar o controlo de fronteira de uma forma rápida e segura”, acrescentando que “a utilização do SEF Mobile permite, ainda, realização de consultas a diferentes bases de dados e, no contexto da atual situação pandémica, permite um eficiente controlo documental sem que os inspetores tenham de manusear o documento de identificação.”