Moura: Após investigação, GNR deteve indivíduo que há cerca de um mês andou aos tiros para o ar

Guarda detém indivíduos no Alentejo

A Guarda Nacional Republicana, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Moura, no passado 22 de Junho, deteve um homem, de 51 anos, por posse ilegal de armas de fogo, em Moura.

De acordo com a informação disponibilizada pela GNR, “a detenção teve origem numa investigação, iniciada há um mês, relacionada com distúrbios na via pública, em que o detido é suspeito de ter disparado tiros para o ar quando se encontrava embriagado.”

A acção envolveu duas buscas, uma domiciliária e outra em veículo, que permitiram apreender o seguinte material:

– Três armas de fogo;

– Uma mira telescópica;

– 59 munições;

– Sete invólucros deflagrados;

– Vários objectos probatórios da utilização de armas de fogo;

– Uma faca artesanal;

– Uma catana de fabrico artesanal;

– Uma espada.

O suspeito não tem licença de uso e porte de arma, tendo sido constituído arguido um outro homem, de 57 anos, por lhe ter comprado uma arma de fogo sem documentação.

O detido, com antecedentes criminais pelo crime de condução sob a influência do álcool, foi presente ao Tribunal Judicial de Moura, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de apresentações semanais no posto policial da área de residência.

A operação contou com o reforço do Posto Territorial de Moura e do Destacamento de Intervenção (DI) de Beja.