Ministro da Agricultura defende mais apoios para as Regiões Ultraperiféricas e para o sector do Vinho

O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, defendeu esta terça-feira mais apoios da Política Agrícola Comum (PAC) para o Desenvolvimento Rural, para as Regiões Ultraperiféricas e para o sector do Vinho.

Luís Capoulas Santos, participou na reunião do Conselho dos Ministros Europeus da Agricultura, onde o principal tema na agenda de trabalhos é a reforma da PAC e que se realizou no Luxemburgo.

Satisfeito com o progresso das negociações, Capoulas Santos registou com agrado o acolhimento de algumas propostas portuguesas, já contempladas nos documentos da Comissão e da Presidência do Conselho. No entanto, Portugal pretende ir mais longe, tendo o Ministro reclamado “uma maior convergência dos pagamentos directos, entre Estados-Membros”, invocando “maior equidade e justiça na distribuição dos apoios da futura PAC”.

Terminada a Presidência Romena do Conselho, as negociações, que se prolongarão ainda por alguns meses, irão agora prosseguir sob Presidência Finlandesa.