Segunda-feira, Março 4, 2024

Ministra visitou o Alandroal e afirmou que “não encontrámos problemas que não tenham solução” (c/fotos)

- Pub -

A Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, visitou, esta sexta-feira o concelho de Alandroal, tendo garantido “haver financiamento” para vários projetos que a autarquia tem para o concelho, afirmando que “não encontrámos problemas que não tenham solução.”

Ana Abrunhosa esteve em Terena, onde conheceu o projeto de regeneração urbana da Vila, visitou o edifício da Biblioteca Municipal/Centro Comunitário de Alandroal e as obras da Escola Básica Diogo Lopes de Sequeira.

Em declarações aos jornalistas, Ana Abrunhosa explicou que esta visita ao Alandroal “insere-se num conjunto de visitas que se está a fazer pelo país, de forma a ver os projetos que têm financiamento no Alentejo 2020 e pressionar para a sua conclusão”, acrescentando que com esta visita ao Alandroal tentou-se “perceber a possibilidade de financiamento de projetos que estão previstos para este concelho”.

Vamos tentar perceber o andamento dos projetos com financiamento do 2020 e o seu andamento, mas também é muito importante para o Alandroal perceber no próximo quadro comunitário as perspetivas de financiamento para alguns dos projetos que a autarquia quer desenvolver, nomeadamente na componente do património cultural e também do património natural”, frisou.

Sobre o projeto previsto para a vila de Terena, Ana Abrunhosa referiu que “estamos a falar de um investimento significativo, em que estamos a valorizar o património cultural, o património natural, para criar condições de visitação e condições para que os visitantes permaneçam mais dias no território”.

Já sobre a inacabada Biblioteca, a Ministra da Coesão salientou que “também tem possibilidade de financiamento no Portugal 2030, mas também pode ser financiada através de um contrato de cooperação técnico ou financeira com o Ministério da Coesão”.

Já sobre as obras da Escola Básica Diogo Lopes de Sequeira, Ana Abrunhosa quer inaugurar ainda este ano, apesar de estar por concluir o Pavilhão Gimnodesportivo, tendo referido que “o pavilhão ficará por inaugurar, mas ficará concluído no início do ano”.

Ana Abrunhosa concluiu realçando que nesta visita ao concelho de Alandroal “não encontrámos problemas que não tenham solução.

Já João Grilo, presidente da Câmara de Alandroal, destacou o facto “esta visita vem mostrar um caminho que não pode voltar atrás no que diz respeito à ligação dos governos ao território”.

Já relativamente aos financiamentos para as obras projetadas, João Grilo refere que “as lógicas que aplicámos ao programa2020, queremos replicá-las no 2030, uma vez que há projetos de reabilitação de património como está a acontecer em Juromenha e deve acontecer em Terena, temos projetos de criação de equipamentos estruturantes, como está a acontecer com a escola e deve acontecer com a Biblioteca”.

Fique de seguida com as imagens desta visita, numa reportagem de Hugo Calado:

- Pub -

Também pode gostar

- Pub -

Últimas Notícias

Autarca de Reguengos de Monsaraz diz que faltam restaurantes para acolher tanto turista

A presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz, Marta Prates, aponta a “falta de estabelecimentos de restauração” como um...