Ministra da Cultura anunciou investimento de 1,5 milhões de euros em Alter do Chão para construção de um Centro Interpretativo do Cavalo de Alter Real

As obras Colecção Rainer Daehnhardt afinal já não vão para o novo hotel do Grupo Vila Galé, que em Abril vai ser inaugurado em Alter do Chão.

A informação foi dada, esta terça-feira, pela Ministra a Cultura, Graça Fonseca, numa audiência parlamentar pedida pelo PCP.

Nas declarações proferidas Graça Fonseca afirmou que “Não obstante a polémica, a DGPC prosseguiu o trabalho e cumpriu com o que foi determinado, identificou as condições exigidas e necessárias à cedência, a qualquer cedência, respondeu como lhe competia ao requerente da cedência”.

A Ministra da Cultura adiantou que “perante as condições exigidas o requerente informou a DGPC que desiste do pedido de cedência, mas o Estado não desiste de colocar em exposição em Alter do Chão, uma colecção que sempre esteve em Alter do Chão até à sua incorporação no Museu dos Coches em Lisboa”, revelando que “estamos a trabalhar com o Presidente da Câmara Municipal de Alter, para instalar naquele concelho, um Centro Interpretativo do Cavalo de Alter Real, com um investimento previsto de 1.5 milhões de euros e para lá instalar a colecção que sempre esteve em Alter do Chão. Até à abertura desse centro, será montada uma exposição temporária no Centro Cultural do Álamo, com a curadoria do Museu Nacional dos Coches.”