Sexta-feira, Outubro 7, 2022
Pub

Miguel Moura: “É um orgulho enorme cantar no Alentejo”

- Publicidade -
- Publicidade -

O cantor Miguel Moura esteve no primeiro dia da Bolsa de Turismo de Lisboa, no stand de Alcácer do Sal, onde interpretou uma moda dedicada à Nossa Senhora do Carmo.

O artista tem-se afirmado como um dos maiores talentos da sua geração, tendo a seguir à sua atuação prestado declarações ao site ODigital.pt.

É um orgulho enorme cantar no Alentejo, na minha região onde nasci e cresci”, começou por dizer.

Brevemente vou estar em Mourão, Serpa, vamos estar no Sobral da Adiça, também vamos estar em Estremoz. Todos os dias estamos a marcar novas datas, é muito bom, e espero visitar mais sítios”, acrescenta, sobre alguns dos próximos concertos no Alentejo.

O jovem, natural de Moura, explicou que “uma das coisas que eu tenho querido nestes últimos anos é que a música do Alentejo, o Cante, seja conhecido e valorizado pelas pessoas”.

Congratula-se, porque “felizmente o Cante Alentejano tem tido o merecido reconhecimento e isso é muito bom. As pessoas parece que bloqueiam, ainda agora quando cantei aqui a Nossa Senhora do Carmo, as pessoas ficaram emocionadas e é apenas um do exemplo”.

Posteriormente, destacou as festas da sua Moura, localidade onde nasceu: “As festas de Moura são dedicadas à Nossa Senhora do Carmo, há dois anos que não temos festa. O que eu tenho feito é quando a procissão passa debaixo da minha janela, eu peço para a procissão parar, eles viram a santa para mim e eu canto a partir da janela. Espero que este ano haja festa, mas caso não haja canto da janela”.

E revelou que “onde quero que vá, levo sempre o nome da padroeira comigo”.

Recordou ainda que tenta sempre colocar o Alentejo nos seus videoclipes, como foi o caso do tema “Tenho de Abalar”, que “decidimos gravar no Alto Alentejo, em Marvão, Escusa e Castelo de Vida, são bonitas terras”.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Évora: Ritmos de Cabo Verde fizeram lotar Palácio D. Manuel (c/fotos)

O Palácio D. Manuel, em Évora, acolheu, esta quinta-feira, mais um concerto do Festival Imaterial, tendo contado com lotação esgotada. Na noite desta quinta-feira, esteve...

Baixo Alentejo: Região participa em projeto de transição para a neutralidade climática

A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) foi uma das 60 entidades selecionadas para integrar um projeto europeu que pretende “moldar conjuntamente a transição...