Terça-feira, Agosto 16, 2022
Pub
Pub

Mármores: “Conseguimos partilhar aqui ideias, projetos e perspetivas futuras”, disse Carlos Filipe

- Publicidade -
- Publicidade -

Como já noticiámos, entre os dias 25 e 27 de outubro, a cidade de Évora recebeu o congresso internacional «Mármore do Alentejo: da História ao Património», promovido pelo Centro de Estudos de Cultura, História, Artes e Patrimónios (CECHAP).

Na sessão de encerramento estiveram o presidente da Câmara Municipal de Borba, António Anselmo, o presidente da Câmara Municipal de Vila Viçosa, Inácio Esperança, o presidente da Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, José Calixto e o presidente da Direção do CECHAP, Armando Quintas.

ODigital.pt falou com Carlos Filipe, membro do CECHAP, que nos fez um “balanço positivo” do congresso, referindo que “tratou-se de um congresso de temas muito sérios e muito competentes, com uma participação internacional fantástica, pois, nós conseguimos partilhar aqui ideias, projetos e perspetivas futuras internacionais sobre a temática do mármore”.

O investigador disse-nos ainda que “o CECHAP do ponto de vista da história e do património dá um forte contributo para que esta indústria se demonstre necessária e se disponibilize completamente na sociedade para continuar a sua atividade industrial.”

O projeto que deu origem a este congresso “vai ter continuidade, até porque vão ser lançados dois volumes nos próximos meses, dois volumes que são o trabalho realizado na terceira fase do Património História da Indústria dos Mármores para além de outros cadernos de educação patrimonial que estamos muito empenhados em transmitir este conhecimento aos mais novos”, indicou Carlos Filipe.

Já sobre o fato da ausência de industriais do Mármore neste congresso, Carlos Filipe garante que “não estiveram, mas os volumes que vamos publicar vamos ter o prazer de os oferecer a todos os industriais, tal como fizemos na segunda fase.”

Carlos Filipe concluiu destacando também o lançamento do “Stone Cast”, “projeto do qual nós fazemos parte e acredito que esse consórcio vai nos trazer uma lufada muito importante de ar fresco, de ideias, de competência, de Ciência, de Tecnologia e de valores, pois, une por completo o mármore, ou seja, esta pedra natural será o princípio de tudo o resto”.

Fique de seguida com algumas imagens da sessão de encerramento:

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Mulher de 28 anos é vítima mortal de colisão no concelho de Grândola

Uma mulher, de 28 anos, é a vítima mortal da colisão rodoviária de dois veículos ligeiros de passageiros ocorrida esta segunda-feira na Estrada Nacional...

Um morto e dois feridos graves em colisão na EN261 no concelho de Grândola

Uma pessoa morreu e outras duas sofreram ferimentos graves numa colisão entre dois veículos ligeiros de passageiros ocorrida esta segunda-feira na Estrada Nacional 261...