Linha ferroviária Évora – Elvas esteve em destaque no “Portugal Railway Summit 2021”

Obras da ferrovia

António Laranjo, presidente da Infraestruturas de Portugal (IP), foi um dos oradores sobre o tema “Investimentos Nacionais” no evento “Portugal Railway Summit 2021”, que decorre entre os dias 2 e 3 de fevereiro.

Este evento digital decorre no âmbito do Ano Europeu do Transporte Ferroviário e da Presidência Portuguesa da Comissão Europeia e foi organizado pela Associação da Plataforma Ferroviária Portuguesa (PFP), reconhecida como o “Cluster da Ferrovia Portuguesa”.

No debate sobre os “Investimentos Nacionais”, o presidente da IP salientou que o Programa Ferrovia 2020 “se encontra numa fase decisiva do seu desenvolvimento”, na qual fica evidente a transição já concretizada do projeto para a obra, “com cerca de 80% em contratação, no terreno ou mesmo já concluído”, dando nota de que “apesar da pandemia, nenhuma obra parou”.

O responsável deu a conhecer algumas das intervenções de maior relevância inseridas neste plano de investimento, com destaque para “a maior obra de construção de caminho de ferro deste século, entre Évora e Elvas, com execução no terreno”, a “reabertura da Linha da Beira Baixa entre a Covilhã e Guarda”, as “intervenções na Linha do Norte”, a principal linha ferroviária em Portugal, a “eletrificação da Linha do Minho entre Viana do Castelo e Valença” e a “modernização da Linha da Beira Alta”.