Legislativas: IPDJ lança campanha para combater abstenção entre os jovens

campanha do IPDJ

O Instituto Português da Juventude (IPDJ) e outras duas associações lançaram a campanha Vive a Democracia, que pretende impulsionar a participação dos jovens na vida democrática e combater o fenómeno crescente da abstenção eleitoral.

“No contexto das próximas eleições legislativas [30 de janeiro] é importante mobilizar a juventude para este ato eleitoral, com o principal objetivo de combater o fenómeno crescente da abstenção eleitoral jovem no nosso país”, refere o IPDJ, em comunicado.

A campanha, que envolve também a Federação Nacional das Associações Juvenis (FNAJ) e a Associação Nacional de Assembleias Municipais (ANAM), foi, referem os promotores, “pensada para desafiar os jovens a questionarem-se sobre o seu papel na sociedade enquanto cidadãos que pertencem a um sistema democrático, com deveres e direitos”.

A ação, que decorre em formato online, assenta em três áreas fundamentais: literacia e sensibilização política; debate de propostas dos jovens sobre o futuro; e apelo ao voto.

O IPDJ, a FNAJ e a ANAM pretendem também que “a campanha sirva para apresentar as reivindicações da juventude e das suas organizações, e espoletar um debate em torno das medidas para a juventude propostas pelos partidos políticos candidatos às eleições legislativas”.

Em outubro de 2019, a abstenção atingiu um novo máximo em legislativas, chegando aos 45,5%.