Lagostim-vermelho será controlado através da pesca comercial

lagostim-vermelho-da-Luisiana

Foi aprovado o plano de ação nacional para o controlo do lagostim-vermelho-da-luisiana em Portugal continental.

Segundo nota enviada pelo Ministério do Ambiente e Ação Climática “o controlo será efetuado através da captura de espécimes de lagostim-vermelho, utilizando métodos de pesca legalmente autorizados.”

Explica o Ministério que “através do exercício de uma atividade económica, procede-se à redução da pressão desta espécie exótica invasora sobre os ecossistemas naturais, sem a alocação adicional de recursos financeiros públicos.”

“Devido à sua posição de charneira biogeográfica, Portugal tem condições de aclimatação de espécies não indígenas. Neste contexto, a proliferação de espécies exóticas invasoras é identificada na Estratégia Nacional de Conservação da Natureza e Biodiversidade 2030 como uma das principais ameaças à biodiversidade”, frisou o Ministério

Caberá ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P., exercer a coordenação, o controle, a vigilância e a monitorização deste plano de ação.