IPDJ assinou contratos-programa do Programa Nacional de Desporto para Todos com Clubes do Alentejo, no valor de 85 mil euros. (c/som e fotos)

Decorreu esta quarta-feira, 18 de Setembro, nas instalações do IPDJ – Instituto Português do Desporto e da Juventude, em Portalegre, a cerimónia de assinatura dos Contratos-Programa do  Programa Nacional de Desporto para Todos 2019, com os clubes e entidades da região Alentejo.

Esta cerimónia foi presidida pelo Director Regional do Alentejo do IPDJ, Miguel Rasquinho.

ODigital.pt falou com Miguel Rasquinho que começou por explicar que estes contratos “são os contratos colectivos do Plano Nacional Desporto para Todos, de âmbito regional. Um plano que o IPDJ para apoiar os clubes de base local, enfim aqueles que estão mais próximos das pessoas, e este é o acto da assinatura dos 28 contratos com os clubes de todo o Alentejo. Portanto, Portalegre, Évora e Beja.”

O Dirigente acrescentou que “desde os últimos 3 / 4 anos temos vindo a aumentar, exponencialmente, o número de clubes apoiados. Este ano mais do que duplicámos o número de clubes apoiados em 2018, bem como a verba disponível para esses mesmos clubes em que este ano também tivemos um aumento significativo comparativamente a 2018, aumento de 68%, e isso também apraz-me registar porque deixa-me satisfeito porque apoiámos mais clubes, mais atletas e fazemos aquilo que é o grande objectivo deste  Plano Nacional Desporto para Todos que é a massificação do desporto por todas as pessoas: mais jovens, menos jovens, pessoas com mobilidade reduzida (que é também dos nossos objectivos), e portanto esse é o nosso grande objectivo que está aqui a ser cumprido.”

Questionado sobre a tipologia das candidaturas apresentadas, Miguel Rasquinho refere que “os clubes apresentam uma panóplia enorme de actividades desportivas, é óbvio que estes contratos não são para financiar competições nacionais, regionais ou seja o que for, todas as actividades desportivas têm uma componente competitiva mas hoje em dia os clubes têm-nos apresentado diversas actividades. Os trails, não diria que são uma moda, mas são uma das actividades mais praticadas, o granfondo do ciclismo, a natação (por incrível que pareça, o Alentejo começa a ter muitos clubes a praticar actividades relacionadas com a água), mas como eu dizia uma panóplia enorme de actividades desportivas com o atletismo sempre À cabeça, o boccia para pessoas com mobilidade reduzida e isso é que eu quero registar, cada vez mais no Alentejo o desporto não se confina só ao futebol e alarga-se a várias actividades.”

Já sobre o valor global destes apoios o Director Regional do IPDJ, salienta que “o valor global são 85 mil euros, pode parecer pouco e para nós é sempre pouco, mas para um clube de pequena dimensão (entre aspas, porque para mim têm todos o mesmo valor) ter 4,5 ou 6 mil euros é extretamente importante para cumprir o seu plano de actividades e daí registar esta satisfação. No ano passado, por exemplo, tivemos um apoio para os clubes a rondar, mais ou menos, os 58 mil euros, este ano 85 mil, e estou convencido, e para isso iremos lutar, de que no próximo ano teremos aqui mais um aumento de verbas para os clubes. Até porque o número de candidaturas foi superior à nossa capacidade para apoiar todos.”

Questionado sobre se o desporto continua com vida no Alentejo, Miguel Rasquinho concluiu que “o desporto está com vida, essa tem sido também a minha função, estar próximo de todos os clubes, incentivá-los a fazer as candidaturas, às vezes alguns mais acomodados que me dizem que nunca receberam nenhum apoio do estado ou governo central, e tem sido esse meu papel. Percorrer o Alentejo desde a ponta do distrito de Portalegre até à ponta do distrito de Beja e tentar que os clubes aproveitem ao máximo aquilo que temos disponível. Também por isso e só com aumento de candidaturas, será possível juntos dos responsáveis vincar este nosso pedido.”

Assinaram contratos 28 clubes do Alentejo. Conheça-os de seguida:

– Associação SCAV – Sport Ciclismo Almodôvar

– BEJA ATLÉTICO CLUBE

– Associação FITSalvador

– Casa do Sport Lisboa e Benfica em Almodôvar

– Associação Desportiva de Castelo de Vide

 – Futebol Clube Albernoense

– DESPERTAR SPORTING CLUBE

– Grupo Desportivo e Recreativo André de Resende

– Comunidade Sócio Terapêutica Casa João Cidade

– 100% Aventura Associação de Desporto e Aventura

– Grupo Desportivo Diana

– Cerciestremoz

– Clube de Ténis de Évora

– Clube de Ténis Montemor-o-Novo

– Clube de Badminton de Évora

– Juventude Sport Clube

– Associação Clube de Ginástica de Évora

– Clube ATP – Academia de Ténis de Portalegre

– Ekosiuvenis – Associação Juvenil de Castelo de Vide (RNAJ)

– ATLETISMO CLUBE DE PORTALEGRE

– Manobra Principal – Associação Cultural e de Solidariedade Social (RNAJ)

– Associação Desportiva Ialbax

– Grupo Experimental de Ponte de Sor

– Forvijovem – Associação de Jovens de Fortios

– Sport Arronches e Benfica

Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo

MONBIKETEAM – Monforte Bike Team

Ekosiuvenis – Associação Juvenil de Castelo de Vide (RNAJ)

DAP – Associação de Desporto e Aventura de Portalegre (RNAJ)