IP com mais de 600m€ para compensar o impacte ambiental da nova ligação ferroviária entre Évora e Elvas

Ferrovia

A empresa Infraestruturas de Portugal (IP) assinou, recentemente, protocolos de colaboração com os proprietários de terrenos nas Zonas de Proteção Especial de Vila Fernando, Veiros e Torre da Bolsa, para a implementação das Medidas Compensatórias no âmbito do processo de Avaliação de Impacte Ambiental da Nova Ligação Ferroviária entre Évora e Elvas.

Explica a IP que “os protocolos agora assinados dão cumprimento a uma das principais medidas da Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do projeto desta nova ligação ferroviária e visam a mitigação e compensação dos impactes ambientais gerados pela construção desta infraestrutura nas Zonas de Proteção Especial de Vila Fernando, Veiros e Torre da Bolsa que se traduzem num valor aproximado de 630 mil euros.”

Estes protocolos “são um dos resultados do Plano de Gestão Ambiental das Medidas de Compensação no âmbito do qual foram identificados e selecionados os proprietários dos terrenos noutras Zonas de Proteção Especial do Nordeste Alentejano, abrangendo um total de 470 ha, para a implementação das medidas de gestão de habitat de aves estepárias (Abetarda e Sisão)”, indicou ainda a IP.

Ainda no âmbito deste Plano está prevista a monitorização e avaliação da eficácia da implementação das medidas.

Estas atividades inserem-se no âmbito das Ações 2014-PT-TM-0627-M e 2016-PT-TMC-0059-M, comparticipadas pelo programa Connecting Europe Facility (CEF).