Domingo, Dezembro 4, 2022
Pub

Instituto Português do Sangue alerta “os níveis baixos de reservas de sangue em Portugal” e apela à dádiva

- Publicidade -
- Publicidade -

O Instituto Português do Sangue e da Transplantação veio a público, esta semana, alertar para os níveis baixos de reservas de sangue em Portugal.

Segundo o Instituto, “os primeiros indícios de algum desequilíbrio verificaram-se em setembro, tendência que se acentuou nas últimas semanas”, acrescentando que “não só há uma redução das unidades colhidas, em relação ao período homólogo de 2019, como o consumo de componentes sanguíneos tem vindo a aumentar, devido à recuperação da atividade assistencial não urgente nos hospitais. É imprescindível continuar a tratar todos os doentes e para isso é necessário reforçar as reservas de sangue.”

“Dar sangue é um gesto solidário ímpar e que não tem contraindicações para um adulto saudável, sendo que nos locais de colheita foram reforçadas todas as medidas para que este ato se efetue com segurança”, refere o Instituto Português do Sangue.

Assim, apela-se a todos os dadores que há muito que não fazem uma dádiva de sangue ou todos aqueles que preenchem os requisitos, que se dirijam a um local de colheita e façam a sua dádiva

Recordamos que para ser dador de sangue, basta ter entre 18 e 65 anos (o limite de idade para a primeira dádiva é os 60 anos), ter peso igual ou superior a 50 kg e ter hábitos de vida saudável.

Informações sobre a dádiva de sangue e locais/sessões de colheita estão disponíveis em www.ipst.pt .

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

A Universidade de Évora associa-se às comemorações do centenário do nascimento de José Saramago

Em 2022, completam-se 100 anos do nascimento de José Saramago, único prémio Nobel de língua portuguesa, doutor Honoris Causa pela Universidade de Évora com...

Beja acolhe workshop sobre os direitos do consumidor

Decorrerá em Beja, esta segunda-feira, um Workshop sobre “Os Direitos dos Consumidores”, realizado pela Serviço de Informação e Apoio ao Consumido (SIAC), Direção-Geral do...