Incêndio no Porto de Sines já está extinto. Foram danificados cerca de 60 contentores

Incendio Porto de Sines

Conforme noticiámos, este sábado, pelas 15h25, deflagrou um incêndio num contentor em parque no Terminal de Contentores do Porto de Sines, Terminal XXI, estando ainda a ser apuradas as causas da ignição.

Segundo a Administração do Porto de Sines, “não houve vítimas a registar, apenas o operador da grua de parque que foi transportado, por precaução, para o Hospital de Litoral Alentejano, devido à inalação de fumos.”

É ainda referido que “o contentor em causa estava carregado com um fertilizante, nitrato de cálcio, utilizado como adubo na agricultura. O incêndio alastrou a outros contentores na proximidade, contabilizando-se cerca de 60 contentores danificados.”

Após o deflagrar do incêndio, foi de imediato ativado o Plano de Emergência do Porto de Sines e o respetivo Centro de Coordenação de Operações de Proteção Portuária, com a presença do Capitão do Porto de Sines, do Oficial de Proteção Portuária e do responsável municipal da proteção civil, para coordenação dos meios no local.

Na resposta ao combate ao incêndio estiveram empenhados três veículos de combate a incêndios e doze operacionais por parte da Autoridade Portuária, oito autotanques, duas ambulâncias, veículos de comando e vinte e quatro operacionais dos Bombeiros de Sines, Cercal do Alentejo, Vila Nova de Santo André, Santiago do Cacém, Alvalade, Grândola, Aljustrel e da Polícia Marítima. A partir do plano de água, as operações contaram ainda com o apoio de quatro rebocadores da Reboport e dois rebocadores da Portugs que operam no Porto de Sines e que estão devidamente equipados para intervir em situações deste género.

De acordo com os procedimentos de emergência em vigor foram suspensas as operações no Terminal XXI durante o período de combate ao incêndio e, por precaução foi atrasado o início das operações no Terminal de Gás. Neste momento todos os terminais portuários estão operacionais.