IBM cria Centro de Desenvolvimento tecnológico em Portalegre

Assinatura de Protocolo em Portalegre

A Câmara Municipal de Portalegre, o Politécnico de Portalegre, a Softinsa e a IBM Portugal assinaram, esta quarta-feira, um protocolo que visa a criação um Centro de Desenvolvimento que irá permitir a criação de postos de trabalho qualificados.

O objetivo deste protocolo é criar um Lab especializado em soluções tecnológicas para as Cidades Inteligentes.

De acordo com a informação disponibilizada, numa primeira fase, o Centro de Desenvolvimento ficará sedeado no Campus Politécnico, na incubadora de empresas de base tecnológica, ocupando o espaço de cowork. Uma vez concluídas as obras de ampliação da BioBIP, o Centro de Desenvolvimento da Softinsa ocupará um dos novos edifícios com dois andares e área útil de aproximadamente 500 m2.

Sempre que seja viável, a Câmara Municipal irá colaborar no desenvolvimento ou implementação de soluções tecnológicas inovadoras. A cidade de Portalegre e o seu concelho serão usados como um “laboratório vivo”, que permita testar funcionalidades e a sua adaptabilidade à realidade local, em áreas tais como a gestão sustentável do uso da água em espaço urbano e as Soluções para Cidades Inteligentes.

No recrutamento para os postos de trabalho, serão privilegiados os recursos humanos do distrito e, em especial, os diplomados pelo Politécnico de Portalegre, das áreas das engenharias e da gestão.

Para o diretor geral da Softinsa, Sérgio Pereira, “é com orgulho que celebramos a parceria da Softinsa e da IBM Portugal com a Câmara Municipal de Portalegre e o Politécnico de Portalegre para a criação de um Lab especializado. Esta aposta na cidade de Portalegre vai nos permitir reforçar a nossa equipa de profissionais com novos talentos e trazer competências chave, em especial na área das Smarter Cities, para a região do Alto Alentejo.”

Para o presidente do Politécnico de Portalegre, Albano Silva, “a assinatura deste protocolo para a criação de um Centro de Desenvolvimento da SOFTINSA no Campus Politécnico representa um acontecimento com enorme valor estratégico para o Politécnico de Portalegre, para a cidade de Portalegre e para a nossa região. Sentimos o pulsar do desenvolvimento regional, quando pensamos na janela de esperança que se abre com a fixação de quadros e a criação de emprego qualificado. Este acordo contribui para o enriquecimento e afirmação da nossa oferta formativa, nomeadamente na área da gestão e das engenharias. Com este ato estamos a dar início a um processo que acrescentará ao nosso Politécnico diferenciação e mais valor em conjunto com a região”.

Para a presidente da Câmara Municipal de Portalegre, Adelaide Teixeira “só a fixação de empresas poderá permitir a fixação de pessoas, pelo que a estratégia seguida pela autarquia, no âmbito das suas competências, nomeadamente a promoção do desenvolvimento e captação de investimento em geral, tem sido a de contactar empresas instituições e investidores, divulgando o potencial do concelho de Portalegre. Também tem sido um desidrato deste executivo contribuir para o desenvolvimento do Instituto Politécnico de Portalegre, permitindo uma formação consequente e a criação de saídas profissionais para os seus diplomados. Neste âmbito, desde há bastante tempo que o Município de Portalegre tem desenvolvido esforços e contactos de forma a captar o interesse desta entidade em particular em fixar-se em Portalegre, podendo assim ser criados postos de trabalho qualificados, tão necessários para cumprir os nossos objectivos.”