Hospital de Évora com técnica inovadora na área da Medicina Física e de Reabilitação

Hospital de Évora

O Hospital do Espírito Santo, de Évora, está a utilizar uma técnica inovadora na área da Medicina Física e de Reabilitação.

É uma técnica única na região Alentejo e trata-se de um injecção de toxina botulínica, em casos de espasticidade focal, realizada com apoio ecográfico.

É um tratamento realizado em consulta de intervenção em doentes com espasticidade focal (no contexto de status pós-AVC, Esclerose Múltipla, Traumatismos Crânio-encefálicos). Estes doentes podem ser referenciados internamente pelo Hospital do Espírito Santo, ou externamente pela especialidade de Medicina Geral e Familiar.

Filipa Narra Pisa, Médica de Medicina Física e de Reabilitação, uma das responsáveis por este tratamento, refere que “ a injecção ecoguiada é uma mais-valia na execução da intervenção, já que permite a injecção do músculo pretendido com uma maior precisão da sua localização e segurança, reduzindo eventuais efeitos adversos e diminuição do risco de lesão de estruturas adjacentes.

O tratamento com injecção de toxina botulínica tem um papel importante na melhoria da funcionalidade (activa/passiva), redução da dor, melhoria da qualidade de vida e reintegração sócio-profissional.