Há 20 anos que não se registavam temperaturas máximas tão baixas. Portel foi uma das localidades mais frias

Frio

Como se tem feito sentir, as temperaturas têm estado muito baixas nos últimos dias no Alentejo e praticamente por todo o país, sendo que segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera bateram-se recordes de temperaturas baixas.

O frio que se vem verificando desde o dia 24 de dezembro, de forma consistente, tem sido inferior aos valores normais.

O dia 9 de janeiro 2021 foi o dia mais frio neste período, com 2.98°C de média da temperatura média do ar, sendo que os valores da temperatura máxima do ar, nas estações de Guarda, Aldeia do Souto, Lousã e Portel foram os mais baixos registados nos últimos 20 anos.

De referir ainda que, segundo os dados fornecidos, nos dias 5, 6 e 8, os valores médios de temperatura média do ar foram inferiores a 4°C. No dia 11 foi registado o 4º valor mais baixo da média da temperatura mínima do ar do território.

O IPMA realça que o dia 12 no qual se verificou, em cerca de 75 % do território continental, valores de temperatura mínima inferiores 0°C; neste dia os valores da temperatura mínima do ar variaram entre -8.2°C em Miranda do Douro e 4.3°C em Cabo Raso e Olhão.

Embora se tenha registado a ocorrência da onda de frio relativamente localizada, o carácter prolongado deste episódio (cerca de 3 semanas), a persistência de vários dias consecutivos com temperaturas negativas (>10 dias consecutivos em 1/3 das estações), em particular no interior, e a abrangência territorial constituem aspetos importantes nos previsíveis impactos que terá tido na população.

Importa destacar para os próximos dias a tendência de aumento gradual das temperaturas máxima e mínima do ar, para valores próximos do normal.

Fique de seguida com a tabela onde se mostra os valores extremos da temperatura mínima do ar (<-5ºC) em janeiro.