Quinta-feira, Agosto 11, 2022
Pub

Grupo Vila Galé investiu 3,5 milhões de euros em lagar de azeite, próximo de Beja

- Publicidade -
- Publicidade -

Resultante de um investimento de 3,5 milhões de euros, foi inaugurado este sábado (19 de Outubro) um lagar de azeite pela empresa Santa Vitória, do grupo Vila Galé.

O novo equipamento surge na propriedade de 1.620 hectares localizada perto de Beja, onde o grupo já tem a adega dos vinhos Santa Vitória e o hotel rural Vila Galé Clube de Campo.

Segundo a empresa Santa Vitória, “com esta aposta, e empresa reforça a sua posição na agricultura, setor no qual tem atividade desde 2002, mas também no agroturismo e enoturismo”, acrescentando que “atualmente, o olival da Santa Vitória estende-se por cerca de 200 hectares e entre as variedades de azeitona existentes estão a Galega, Cobrançosa, Cordovil, Picual, Arbequina, Koroneiki e Arbosana. Daqui resulta azeite virgem extra de alta qualidade, comercializado sob a marca Santa Vitória nos hotéis Vila Galé, em grandes superfícies e em lojas especializadas.”

Entre as principais caraterísticas do lagar, destacam-se:

– O pátio de receção de azeitona cuja linha de limpeza e lavagem pode processar 50 toneladas por hora;

– A sala de extração com equipamento que pode moer até 10 toneladas de azeitona por hora;

– A sala de depósitos com 35 depósitos de circulares com capacidade entre os 5.000 e os 30 mil litros;

– A linha de engarrafamento, capsulagem e rotulagem com cadência de 1.200 garrafas por hora.

Além da moderna tecnologia e da inovação, as boas práticas ambientais e a sustentabilidade também são preocupações da Santa Vitória. Por exemplo, neste lagar o caroço de azeitona que resulta da produção serve combustível à caldeira de aquecimento de água. Já as águas residuais são encaminhadas para fossas de decantação e depois aproveitadas para uso agrícola.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Morreu Carlos Caçador Durão, primeiro autarca de Barrancos em democracia

Carlos Caçador Durão, o primeiro presidente da Câmara de Barrancos (Beja) eleito em democracia, morreu hoje, aos 89 anos, disse à agência Lusa o...

Redondo: Ass. Terras D’Ossa lançou um passaporte para melhor conhecer a Serra D’Ossa e não só

A Serra D’Ossa localizada no coração do distrito de Évora, é considerada o pulmão dos concelhos de Alandroal, Borba, Estremoz, Redondo e Vila Viçosa,...