Governo transfere dez monumentos alentejanos para a tutela das autarquias

Castelo de Terena

Várias autarquias do Alentejo vão receber, esta terça-feira, a competência de gestão de alguns monumentos históricos.

A cidade de Abrantes receberá a cerimónia de assinatura de vários autos de transferência de competências de gestão, valorização e conservação de equipamentos culturais para as autarquias.

Vão estar presentes nesta cerimónia a Ministra da Cultura, Graça Fonseca, a Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão e o Secretário de Estado da Descentralização e da Administração Local.

Serão 16 as autarquias a nível nacional que vão assinar o auto de transferência, sendo que 10 são alentejanas.

Assim, a partir de amanhã passam para a tutela das autarquias:

– Castelo de Alandroal, incluindo Muralhas de Torre de Menagem, CM de Alandroal

– Castelo de Terena, CM de Alandroal

– Padrão de Montes Claros, CM de Borba

– Povoado Pré-histórico de Santa Vitória, CM de Campo Maior

– Castelo de Évora Monte, CM de Estremoz

– Villa romana de Santa Vitória do Ameixial, CM de Estremoz

– Castelo de Bélver, CM de Gavião

– Lagar de Varas de Fojo, CM de Moura

– Muralhas do Castelo de Portalegre e Torre de Menagem, CM de Portalegre

– Castelo da Vidigueira, CM de Vidigueira

Os restantes monumentos a nível nacional são:

– Fortaleza de Abrantes, CM de Abrantes

– Arco da Rua Augusta, CM de Lisboa

– Antigo Convento de Santo Agostinho, exceto Igreja, CM de Leiria

– Castelo de Trancoso, CM de Trancoso

– Castelo de Miranda do Douro, CM de Miranda do Douro

– Castelo de Montalegre, CM de Montalegre