Domingo, Dezembro 4, 2022
Pub

GNR termina com caso de violência doméstica que teve início em Montemor-o-Novo

- Publicidade -
- Publicidade -

A Guarda Nacional Republicana terminou com um caso de violência doméstica que teve início em Montemor-o-novo e que envolve agressões físicas, psicológicas e sexuais.

A GNR deteve um homem, de 40 anos, por violência doméstica em Mafra, no distrito de Lisboa, dando cumprimento a um mandado de detenção, foi hoje anunciado.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, que teve início no concelho de Montemor-o-Novo, os militares apuraram que o suspeito agredia física, psicológica e sexualmente a mulher, de 37 anos, com a qual está casado há cerca de 17 anos e tem três filhos menores.

Segundo uma nota da GNR, o detido foi presente ao Tribunal Judicial de Évora, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de proibição de contacto com a vítima, controlado por pulseira eletrónica, num raio de 500 metros, apresentações diárias no posto policial da área de residência e proibição de contactos com os filhos até decisão do Tribunal de Família e Menores.

Ficou ainda proibido de adquirir e usar armas de fogo, devendo ainda entregar as armas de fogo que tenha na sua posse, e impedido de se ausentar do território nacional sem previamente informar o tribunal.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Estremoz acolhe concerto solidário da Banda Sinfónica da PSP

O Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz, acolhe, no dia 7 de dezembro, um concerto da Banda Sinfónica da Polícia de Segurança Pública (PSP). Numa organização...

Mértola: Presépio “Do lixo faço arte” já pode ser visitado

A Câmara Municipal de Mértola, em colaboração com a Casa do Povo de Santana de Cambas promovem o presépio “Do Lixo Faço Arte”, da...