GNR deteve em Odemira dois produtores de canábis, um deles morava próximo de uma escola

Apreensão de canabis em Odemira

A Guarda Nacional Republicana, através dos Núcleos de Proteção Ambiental (NPA) e de Investigação Criminal (NIC) de Odemira, no passado dia 23 de setembro, deteve dois homens de 38 e 58 anos, pelo crime de tráfico de estupefacientes, no concelho de Odemira.

Segundo a GNR, “no decorrer de uma ação de patrulhamento no âmbito da operação “Floresta Segura”, os militares da Guarda detetaram uma plantação de canábis situada num lugar ermo”, acrescentando que “chegados ao local, foi possível deter o suspeito de 38 anos em flagrante delito e apreender 19 plantas de cannabis, seis doses de folhas e sumidades, bem como diverso material relacionado com o cultivo de plantas.”

Já no segundo caso, “os militares deram cumprimento a um mandado de busca domiciliária à residência do suspeito de 58 anos, localizada nas proximidades de um estabelecimento de ensino. A investigação que decorria há cerca de um mês culminou com a detenção do suspeito e a apreensão de oito plantas de canábis.”

Ambos os detidos foram constituídos arguidos, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Odemira.