GNR detetou 15 infrações por campismo e caravanismo ilegal no Litoral Alentejano

GNR no Litoral Alentejano

A Guarda Nacional Republicana, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Santiago do Cacém, hoje, dia 10 de agosto, realizou ações de fiscalização direcionadas ao caravanismo e campismo ilegal, na área protegida do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Segundo a GNR, “no âmbito da Operação “Verão Seguro 2021”, os elementos do NPA fiscalizaram 15 pessoas, as quais foram identificadas pela prática de infrações relacionadas com o campismo e caravanismo ilegal ou irregular em área protegida, e cujas coimas podem ascender aos 4 mil euros.”

Recorda a GNR que “o campismo e caravanismo ilegal ou irregular em área protegida pode conduzir a uma ocupação excessiva e desordenada de espaços públicos, zonas costeiras e áreas classificadas por autocaravanas e similares, com consequências negativas na paisagem, no ambiente, no ordenamento do território e na saúde pública.”

A operação contou com o reforço da Secção de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário (SPC) e do Posto Territorial de Sines.