GNR detém quatro indivíduos a roubarem cobre e inox próximo de Serpa

A Guarda Nacional Republicana, através dos Postos Territoriais de Serpa e de Vila Verde de Ficalho, no passado dia 3 de fevereiro, deteve três homens e uma mulher, com idades entre os 29 e os 53 anos, por furto de metais não preciosos, junto à localidade de Serpa.

De acordo com as informações disponibilizadas, “a GNR foi alertada para o furto de cobre num posto de transformação, no interior de uma propriedade privada, em Ferreira do Alentejo. O veículo suspeito foi detetado na Estrada Nacional 260 a deslocar-se em direção a Espanha, tendo os militares efetuado o seguimento do mesmo.”

A GNR acrescenta ainda que “os suspeitos quando se aperceberam da presença da GNR colocaram-se em fuga a alta velocidade, atirando rolos de cobre para a via, o que colocou em perigo os militares e demais utentes da via. Após diversas desobediências à ordem de paragem, os militares conseguiram intercetar e imobilizar o veículo em fuga, o que permitiu apreender:

– 32 quilos de cabos e tubos de cobre;

– 14 quilos de fio de eletricidade;

– Uma vara de cobre de 2,5 metros de comprimento;

– Três tabuleiros em inox;

– Um macaco hidráulico de 3 toneladas;

– Duas lanternas;

– Um pé de cabra;

– Um par de binóculos com bolsa em camuflagem;

– Duas máquinas de café e uma fiambreira;

– Diverso material, entre chaves, martelos, alicates, luvas e fita isoladora;

– O veículo utilizado no furto.”

Os indivíduos, suspeitos de terem praticado outros furtos do mesmo âmbito no Alentejo e em Espanha, foram presentes ao Tribunal de Ferreira do Alentejo, ontem, dia 4 de fevereiro, ficando sujeitos à medida de coação de termo de identidade e residência e proibição de permanência na área do município de Ferreira do Alentejo.

A operação contou com o apoio dos Núcleos de Investigação Criminal de Moura e Aljustrel.