GNR: Condutor de camião simulou furto de 539 pneus em Campo Maior, que afinal tinha deixado na Maia

Alegado furto de pneus em campo maior

A Guarda Nacional Republicana, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Barcelos, ontem, dia 15 de fevereiro, identificou um homem de 44 anos por simulação de furto e recuperou 539 pneus, com o valor estimado de 40 425 euros, no concelho da Maia, no distrito do Porto.

Segundo relata a GNR, “na sequência de uma denúncia por furto de parte da carga de um camião que alegadamente teve lugar no dia 11 de fevereiro em Campo Maior, no distrito de Portalegre, os militares da Guarda iniciaram diligências com o intuito de localizar o material furtado, bem como o autor do furto”.

A GNR acrescenta ainda que “no decorrer da investigação apurou-se que o condutor do camião, após ter iniciado o transporte dos pneus em Vila Nova de Famalicão com destino a Marrocos, efetuou uma paragem num armazém na Maia, onde retirou e armazenou os pneus furtados”, salientando ainda que “foi possível apurar ainda que, após seguir a rota estipulada, o suspeito efetuou uma paragem de descanso na zona de Campo Maior, onde simulou que parte da carga teria sido furtada naquela localidade sem que o mesmo se apercebesse.”

No seguimento das diligências policiais a mercadoria furtada foi localizada no armazém na Maia, tendo sido entregue à empresa proprietária.

O suspeito foi identificado, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Elvas.