Domingo, Novembro 27, 2022
Pub

Gabinete Cibercrime alerta para crime de `phishing´ usando sigla da Autoridade Tributária

- Publicidade -
- Publicidade -

O Gabinete Cibercrime da Procuradoria-Geral da República alertou hoje que “está em curso uma campanha criminosa de ‘phishing’, usando abusivamente a imagem da Autoridade Tributária (AT), dirigida a vítimas que sejam titulares de cartões bancários.

Segundo o Ministério Público (MP), os autores desta campanha criminosa “pretendem convencer as vítimas a facultar-lhes todos os dados dos seus cartões bancários, com o argumento de que pretendem reembolsar-lhes quantias respeitantes a pagamento excessivo de impostos (supostamente IVA)”.

“Como habitual em casos de ‘phishing’, o processo começa com a expedição para grande número de destinatários, de forma indiscriminada e aleatória, de mensagens fraudulentas de correio eletrónico”, refere em comunicado o gabinete Cibercrime da PGR, lembrando que se registaram campanhas anteriores idênticas em 2020, 2021 e também já em 2022.

Desta vez, precisa a nota, foram sinalizadas pelo Gabinete Cibercrime mensagens concretas desta campanha, com mais intensidade a partir da tarde de quarta-feira, com o título “Aviso: Reembolso do IVA” e dirigindo-se as mesmas a “Caro Contribuinte”.

As mensagens fraudulentas incluem frases como “Com base no último cálculo fiscal, determinámos que é elegível para um reembolso de imposto”, “Clique abaixo para completar o processo de reembolso através do Portal das Finanças online”, indicando de forma muito destacada um botão com a legenda “PEDIR REEMBOLSO AQUI”.

As mensagens vêm assinadas com a expressão “©2022 Autoridade Tributária” e incluem um logotipo normalmente utilizado por aquela entidade pública.

“Trata-se de mensagens fraudulentas, não provenientes da AT: não foram remetidas pela AT nem a partir de sistemas informáticos pertencentes a esta entidade pública”, adverte o MP, explicando que tais mensagens falsas foram provenientes de endereços de diversos servidores, ou de contas de correio eletrónico ilegitimamente acedidas pelos criminosos e abusivamente usadas para este específico efeito.

Na mensagem fraudulenta, solicita-se ao utilizador que introduza os seus dados pessoais, incluindo o número do seu cartão bancário, a respetiva data de validade e ainda o código de segurança (CVV).

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

As mais vistas

Mais notícias

Assembleia Municipal de Marvão aprovou moção de censura ao presidente da câmara

A Assembleia Municipal de Marvão (Portalegre) aprovou, por maioria, uma moção de censura ao presidente da câmara (PSD), na sequência da decisão do Tribunal...

Ministro da Cultura destaca dimensão intergeracional do cante alentejano

O ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, destacou hoje em Odemira, no distrito de Beja, a importância da dimensão intergeracional do cante alentejano,...