Fundação Rotária Portuguesa vai financiar projetos nas áreas da educação pobreza, saúde e ambiente

Vai financiar projetos

A Fundação Rotária Portuguesa (FRP) vai abrir candidaturas para apoiar projetos dos Clubes Rotários, nas áreas da Alfabetização e Educação, Combate à Fome e à Pobreza, Promoção da Saúde e Recursos Hídricos e Ambiente.

A primeira fase de candidaturas, neste ano rotário 2020/21, decorre de 1 a 30 de Setembro.

Segundo o regulamento de atribuição dos apoios, “a FRP, após análise aprofundada das candidaturas, comparticipa com verbas até ao limite do Fundo de Apoio anualmente estabelecido, atribuindo apoios que vão de 10% a 50% do montante de cada projeto, até ao limite de 2.500 euros por candidatura.”

Ainda segundo a Fundação, “a percentagem dos apoios para cada área é definida anualmente pelos governadores dos dois distritos. O Governador do Distrito 1960, Roberto Carvalho, estabeleceu para esta fase apoios de até 50% para todas as áreas. O Governador do Distrito 1970, Sérgio Almeida, estabeleceu que os apoios para a Alfabetização e Educação e para a Promoção da Saúde podem ir até 50% do valor das candidaturas. Para projetos de Combate à Fome e à Pobreza a percentagem é de até 20% e para os Recursos Hídricos e Ambiente de até 10%.”

O regulamento dispõe que as candidaturas serão analisadas por uma comissão de avaliação e será valorizado o enquadramento do projeto, o impacto social e grau de urgência da ação proposta no quadro da comunidade a que se destina e a relação custos/benefícios das ações, entre outros fatores.