Festival de ‘curtas’ de Évora regressa de setembro e já aceita filmes

Fike 2021

O Festival Internacional de Curtas-Metragens de Évora (FIKE) regressa este ano, em setembro, após o cancelamento da edição do ano passado devido à covid-19, podendo os filmes a concurso ser submetidos desde hoje, anunciou a organização.

A fase de submissão dos filmes a concurso decorre até 31 de maio, na plataforma FilmFreeway (filmfreeway.com/fikeevora) ou no sítio oficial do festival na Internet (festivalfike.com), indicou a SOIR – Sociedade Operária de Instrução e Recreio Joaquim António de Aguiar, entidade organizadora do festival.

No ano em que assinala os 20 anos desde a sua criação, a edição de 2021 do FIKE – Festival Internacional de Curtas-Metragens de Évora, a 17.ª, vai decorrer na cidade alentejana de 20 a 25 de setembro, revelou hoje a SOIR.

Ficção, animação e documentário são as categorias às quais podem concorrer as ‘curtas’, com duração inferior a 40 minutos (incluindo créditos), produzidas ou estreadas após 01 de Janeiro de 2019.

Os filmes submetidos a concurso não podem estar disponíveis na Internet e, preferencialmente, devem ser inéditos em Portugal, assinalou a organização, frisando ainda que “todos os trabalhos devem ter legendas em inglês”.

Não há limite ao número de obras que cada realizador/produtor” pode apresentar a concurso, e “a participação é totalmente gratuita”, destacou.

Os prémios a atribuir pelo júri oficial desta 17.ª edição do FIKE vão distinguir a melhor ficção, o melhor documentário, a melhor animação e a melhor curta-metragem portuguesa – Prémio Novos Talentos (prémio monetário).

Serão ainda atribuídos diplomas e menções especiais”, acrescentou, assinalando igualmente que, “como habitualmente, o público classificará também o melhor filme do festival”.

Este ano, regressa ainda ao festival o Prémio Don Quijote, um galardão a atribuir pelo júri da Federação Internacional de Cineclubes (IFFS – International Federation of Film Societies, em inglês), cuja rede de festivais parceiros o FIKE integra desde 2004.

A edição de 2021 do FIKE, além de organizada pela SOIR, é apoiada pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual, a Câmara de Évora, a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, a Direção Regional de Cultura do Alentejo e a Universidade de Évora.

O FIKE 2021 apoia a candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura 2027, acrescentou ainda a SOIR.

Fonte: Lusa