Évora: Suspeito de pornografia de menores proibido de aceder à Internet

Empresas

O homem detido pela Polícia Judiciária (PJ), em Évora, por suspeitas da autoria de crimes de pornografia de menores, ficou proibido de contactar com menores de 18 anos e de aceder à Internet, revelou hoje fonte policial.

As medidas de coação, onde se inclui ainda a entrega pelo detido de todos os equipamentos com ligação à Internet, foram aplicadas pelo juiz de Instrução Criminal de Évora, após primeiro interrogatório judicial.

Segundo a PJ, o homem, de 31 anos, residente no concelho de Évora, foi detido, em flagrante, numa operação em que foram apreendidos dispositivos eletrónicos de armazenamento com milhares de imagens e vídeos.

A investigação teve origem numa informação dada por um organismo internacional.