Évora: Ministro reage à morte do polícia, que fora de serviço tentou parar agressões a mulher e acabou morto

Ministro da Administração Interna

Foi através de um breve comunicado que o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, reagiu à morte de um agente da PSP de Évora, que ontem foi morto depois de ter sido atropelado, conforme já noticiámos.

Na nota pode ler-se: “Em nome do Governo, manifesto profundo pesar pela morte do Agente Principal António José Pinto Doce, de 45 anos de idade, do Comando Distrital de Évora da Polícia de Segurança Pública, vítima de atropelamento após uma intervenção policial.

Neste momento trágico, apresento as mais sentidas condolências aos familiares, amigos e a todos os polícias da Polícia de Segurança Pública que diariamente cumprem de forma abnegada a sua missão.”