Segunda-feira, Março 4, 2024

Évora: Milhares de pessoas correram e caminharam na “Meia de Évora”. Veja as imagens

- Pub -

O atual Campeão Nacional de Maratona, José de Sousa, foi o grande vencedor da “Meia de Évora”, que se disputou, este domingo, cumprindo os 21 quilómetros do percurso em 01h05, deixando atrás de si Bruno Paixão (01h06) e Daniel Martins (01h06,47s). Em femininos a vitória sorriu a Doroteia Peixoto que precisou de 01h18 para completar o percurso.

No final da prova, José de Sousa, que corre com a camisola do Clube Atlético de Macedo de Cavaleiros, manifestou-se extremamente satisfeito por ter vencido em Évora, “uma prova com umas características muito específicas. Dura e com muita calçada”, disse.

A vencedora feminina, por seu turno, recordou a sua vitória em 2017, o que lhe permitiu ter conhecimento “de alguma parte do percurso. Estou muito feliz deste meu regresso a Évora, que tem um percurso lindíssimo e que contrasta com a dureza do mesmo”.

Para 2024, ano olímpico, Doroteia Peixoto não avança com grandes objetivos desportivos, realçando que nos próximos tempos irei dedicar-me a algumas São Silvestre e em 2024 “pensarei em fazer a minha estreia numa maratona”. Joana Fonseca (01h20) e a eborense Raquel  Cabaço (01h22) ocuparam a segunda e terceira posição na classificação geral feminina.

Nos 10 quilómetros, em masculinos, a vitória sorrio a João Baioa, da Casa do Benfica de Reguengos de Monsaraz, com o tempo de 32m23, que ficou à frente de Gonçalo Varela(32m42) e Luís Martins (35m11), respetivamente.

Em femininos, Margarida Silva (39m47) foi a mais rápida, deixando para trás Carolina Marques (42m58) e Ana Martins (44m19).

A “Meia de Évora”, organizada pela Câmara Municipal de Évora, com o apoio técnico da HMS, contou com a participação de quatro mil atletas, que se dividiram pela Run Kids, no sábado, e depois no domingo de manhã numa caminhada de cinco quilómetros, numa prova de 10km e na prova rainha.

Em declarações aos jornalistas, o presidente da Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá, referiu que “foi uma festa, uma festa popular, onde se praticou a amizade, o convívio e também o desporto. Foram 4000 participantes e não foram mais porque tivemos que encerrar as inscrições por questões de segurança e também de logística.”

Este ano tivemos uma prova para as crianças e a habitual caminhada de cinco quilómetros, os dez quilómetros e a meia dos 21 quilómetros e julgo que estamos de parabéns”, frisou o autarca.

Este evento, para Carlos Pinto de Sá, é também uma forma de “de promoção da cidade e vai se afirmando pela sua regularidade, pois, temos gente de todo o país e até do outro lado da fronteira, portanto, isto é também uma forma de expandir a visibilidade de Évora e atrair a Évora mais gente que naturalmente aproveita para conhecer e para fazer também alguma divulgação de Évora.

Fique de seguida com as imagens desta prova, numa reportagem de Hugo Calado:

- Pub -

Também pode gostar

- Pub -

Últimas Notícias

Autarca de Reguengos de Monsaraz diz que faltam restaurantes para acolher tanto turista

A presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz, Marta Prates, aponta a “falta de estabelecimentos de restauração” como um...