Segunda-feira, Março 4, 2024

Évora: Conselho Municipal de Juventude aprova modelo do Évora Youth Fest e apoios ao Associativismo

- Pub -

Decorreu no Convento dos Remédios, esta semana, a primeira reunião ordinária de 2024 do Conselho Municipal de Juventude de Évora (CMJE).

De acordo com a informação disponibilizada, nesta reunião, tomaram posse os representantes das novas entidades que integrarão o Conselho, nomeadamente a Associação de Estudantes Escola André de Gouveia, os Núcleos de Psicologia e Agronomia da UE e a Juventude do Bloco de Esquerda. Destaforma, o CMJE passa a contar com 41 representantes, merecendo destaque o facto de, depois de muitos anos, voltar a contar com representantes das Associações de Estudantes das 3 Escolas Secundárias do Concelho.

Na ordem de trabalhos, constou também o esclarecimento de dúvidas sobre o modelo de apoio financeiro às Associações Juvenis, aprovado em sede de Reunião de Câmara Municipal de 24 de Janeiro de 2024. Foram os membros do Conselho informados que podem apresentar candidaturas para apoio a iniciativas constantes dos planos de atividades anuais das entidades (Medida 1 – Dotação de 40.000 €) e para iniciativas pontuais a realizar especificamente no âmbito do Festival Jovem e das Comemorações do 50ª aniversário do 25 de Abril de 1974 (Medida 3 – Dotação de 20.000€).

Adicionalmente, foi debatido e votado o modelo da segunda edição do Festival Jovem, que manterá a designação de “Évora Youth Fest”, para consolidar a sua marca, ocorrerá entre 15 e 17 de Março, na Arena de Évora, Palácio D. Manuel e Complexo Desportivo Municipal, e contará com atividades variadas, deste os tradicionais concertos, passando pelo Gaming, a Stand Up Comedy e o cosplay, não dispensando o desporto e os debates.

Foram ainda dadas informações sobre o concurso da imagem gráfica do “Mês da Juventude”, que decorrerá durante todo o mês de Março, em vários pontos da cidade e Freguesias Rurais, e sobre o a iniciativa “A Liberdade ! O Legado de Abril”, que pretende juntar jovens com aqueles que têm uma experiência de vida anterior ao 25 de Abril e podem testemunhar a enorme conquista de direitos e liberdade que representou a “Revolução dos Cravos”.

- Pub -

Também pode gostar

- Pub -

Últimas Notícias

Autarca de Reguengos de Monsaraz diz que faltam restaurantes para acolher tanto turista

A presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz, Marta Prates, aponta a “falta de estabelecimentos de restauração” como um...