Évora: Centro Interpretativo da Cidade abre portas ao público no sábado

Palácio D. Manuel

O Centro Interpretativo da Cidade de Évora, instalado no Palácio de D. Manuel e inaugurado a 29 de junho, nesta cidade alentejana, abre portas ao público este sábado, divulgou a câmara municipal.

O equipamento, que “nasce” graças à requalificação do palácio, percorre “os 20 séculos de história que modelaram a cidade de Évora”, possuindo uma sala de exposições temporárias e outra de conferências totalmente equipada.

O centro, com “um papel determinante na prossecução de uma estratégia municipal de criação de melhores condições de acolhimento aos visitantes da cidade”, estrutura-se “em torno de uma narrativa que permite apresentar as razões pelas quais Évora foi considerada Património Cultural da Humanidade”, desde 1986, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), realçou o município.

“Através de documentos, artefactos museológicos, imagens, sons e recursos multimédia, foi desenvolvido um discurso que evidencia uma visão abrangente do sítio classificado, documentando, de forma simples e apelativa, as grandes linhas pelas quais se tece a sua harmonia temporal”, acrescentou.