Évora: Bombeiros protestam e pedem segurança. Aumentou o número de infetados com Covid-19

Bombeiros de Évora em Protesto

Nas últimas horas, voltou a subir o número de casos de Covid-19 nos Bombeiros de Évora e os operacionais pedem mais segurança.

Já são 8 o número de bombeiros infetados em Évora, sendo que o serviço a ser assegurado pelos restantes, assegurou o Comandante Rodrigo Santos em declarações à Agência Lusa.

O Comandante especificou que dos 8 infetados, são seis homens e duas mulheres, dos quais seis profissionais e dois voluntários, estão a cumprir quarentena nas respetivas residências, assim como as famílias, e têm todos “sintomas ligeiros”.

Rodrigo Santos garante que a corporação alentejana está a prestar o serviço dentro da normalidade, com os elementos que tiveram resultado negativo.

“Na nossa profissão, que é de risco, é possível acontecer uma situação destas”, apesar de serem cumpridas “todas as medidas e recomendações da Direção-Geral da Saúde [DGS]”, afirmou ainda o Comandante.

No entanto os operacionais dos Bombeiros de Évora protestaram este sábado, colocando um conjunto de equipamentos à porta do quartel, pedindo mais medidas de segurança para os operacionais.

Em mensagens que nos foram feitas chegar, alguns dos operacionais indicam que tem havido algumas “pressões” e até mesmo “ameaças” para que prossigam com a sua missão e afirmam mesmo que “estão a colocar a população, os bombeiros e os seus familiares em risco”.

Há mesmo operacionais que questionam, “será que é normal e toda a gente vai continuar a assobiar para o lado como se nada se passasse?”