Évora: Ativado o Plano de Contingência para Pessoas Sem-Abrigo – Tempo Frio

Sem abrigo

O Plano de Contingência para Pessoas Sem-Abrigo – Tempo Frio de Évora é ativado, pela Proteção Civil Municipal, sempre que existe “uma situação de risco”, ou seja, “quando as temperaturas mínimas são inferiores a um grau” num período “de dois dias”, explicou à agência Lusa o presidente da câmara, Carlos Pinto de Sá.

Carlos Pinto de Sá disse ainda que esta medida durará “em princípio, até terça-feira”, mas a sua duração pode ser antecipada ou prolongada de acordo com as previsões meteorológicas, mais precisamente “enquanto durar este tempo frio”.

Outra fonte da autarquia revelou ainda que, no concelho, estão identificadas atualmente “40 pessoas que não têm teto, nem casa”, pelo que são consideradas sem-abrigo.

Carlos Pinto de Sá indicou que a ativação do plano de contingência implica, “fundamentalmente, a disponibilização de um espaço”, que no caso de Évora é o Monte Alentejano, no Rossio de S. Brás, aberto aos sem-abrigo, onde poderão “pernoitar e tomar refeições”.

“O Monte Alentejano vai estar aberto durante o dia e à noite, com condições para receber as pessoas que queiram pernoitar. Ninguém é obrigado, naturalmente, é apenas para os que aí se quiserem dirigir”, explicou.

Disse ainda que com a ativação do plano de contingência por parte da câmara, é notificado “um conjunto de entidades”, como a Segurança Social, a Cruz Vermelha Portuguesa e associações de apoio aos sem-abrigo”, que depois se encarregam da “operacionalização do espaço de acolhimento”.

Fonte: Lusa