Évora: Apresentado novo projeto aeronáutico. 1200 postos de trabalho pode ser criados

Projeto aeronáutico apresentado

Foi hoje apresentado, em Évora, o projeto que junta o português CEiiA (Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto), sediado em Matosinhos, e a Desaer (Desenvolvimento Aeronáutico), uma empresa brasileira especializada na produção de aviões.

Esta apresentação contou com a presença de dois ministros – a ministra da Coesão Territorial e o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Este projeto pretende criar 1200 empregos em cinco anos no Alentejo e ser o embirão de algo único a nível nacional, tendo em conta que se trata do primeiro programa aeronáutico completo que vai desde o desenvolvimento, industrialização e operação de aeronaves de nova geração a partir de Portugal.

Intitulado ‘Programa ATL-100’ arranca nas instalações do CEiiA no PACT (Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia), em Évora e serve então para o desenvolvimento e industrialização da aeronave ligeira de nova geração para um mercado de curtas distâncias (a ATL-100).

Importa explicar que este modelo foi criado pela Desaer, que trabalha nele já há alguns meses com o CEiiA, e está preparado para o transporte de passageiros até 19 pessoas e carga até 2,5 toneladas. Além disso, é multi-configurável para maior flexibilidade na logística de passageiros e mercadorias.

O seu desenho foi pensado para que tenha menos custos operacionais e maior sustentabilidade do que tem sido o habitual neste tipo de aeronaves, prevendo mesmo a evolução para plataforma neutra em carbono.