Évora apela a outras cidades que se tornem defensoras da paz e contra o uso da energia nuclear para fins bélicos

Évora

A Câmara Municipal de Évora integra a rede internacional de cidades “Mayors for Peace” e apela a que outras cidades se tornem membros, dando mais força a esta rede de cidades defensoras da paz e contra o uso da energia nuclear para fins bélicos.

Recorde-se que esta rede foi fundada pelas cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki na sequência do bombardeamento atómico perpetrado pelos Estados Unidos da América em 1945.

A referida rede tem por objetivos a luta pela paz no mundo e pela abolição das armas nucleares, bem como fazer chegar às gerações mais novas as experiências vividas pelos Hibakusha (sobreviventes dos ataques nucleares).

Trata-se de uma organização não-governamental que está registada no Conselho Económico e Social da Organização das Nações Unidas e, neste momento, é composta por 7 974 municípios de 165 países, entre as quais Évora e cerca de outras 38 cidades portuguesas. Se estiver interessado em saber mais sobre esta organização pode consultar a sua página electrónica em http://www.mayorsforpeace.org/english

O número crescente de municípios aderentes torna cada vez mais a “Mayors for Peace” uma força influente no contexto internacional a favor da paz e contra as guerras, daí que o Município de Évora, reconhecendo o papel ativo e importante desta organização, não quer deixar de se associar ao objetivo de atingir as 10.000 cidades aderentes, respondendo positivamente ao pedido de divulgação lançado no final de 2020.