Estremoz: Bonecos de barro ‘assinalam’ quatro anos como Património da Humanidade

Bonecos de Estremoz

Os quatro anos da classificação da produção dos bonecos em barro de Estremoz como Património da Humanidade, pela UNESCO, vão ser assinalados, esta terça-feira, numa sessão transmitida ‘online’, devido à pandemia de covid-19, informou a câmara.

A “Produção de Figurado em Barro de Estremoz”, vulgarmente conhecida como bonecos de Estremoz, foi classificada como Património Cultural Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) em 07 de dezembro de 2017.

Segundo o município, em virtude da situação pandémica, a sessão comemorativa, no salão nobre da câmara municipal, a partir das 18:00, vai ter um formato mais reduzido e não será aberta ao público, sendo transmitida ‘online’, nas páginas do município.

“O Estado da Arte da Implementação do Plano de Salvaguarda da Produção de Figurado em Barro de Estremoz” é o tema da sessão, por Hugo Guerreiro, seguindo-se a entrega de diplomas aos barristas que receberam certificação de produtores de bonecos de Estremoz, em 2020 e 2021