Escola de Serpa líder na recolha de pilhas, lâmpadas e equipamentos elétricos

reciclagem de pilhas

A 10.ª edição do projeto “Escola Electrão”, que envolveu 332 escolas, permitiu recolher 262 toneladas de pilhas, lâmpadas e equipamentos elétricos, o que representa um aumento de 110% face ao ano anterior, foi hoje divulgado.

Este projeto, da responsabilidade da Eletrão – Associação de Gestão de Resíduos, mobiliza anualmente escolas de todo o país para a recolha de lâmpadas, pilhas e equipamentos elétricos usados.

Segundo dados apresentados, em comunicado, pela Eletrão, durante o ano letivo de 2020/2021 (10.ªedição) foram recolhidas em 332 escolas 262 toneladas de equipamentos, o que representa um aumento de 110% em relação às 125 toneladas registadas na edição de 2019/2020.

“Mesmo com as escolas encerradas, durante parte do ano [devido à pandemia de covid-19], os resultados obtidos superaram as expectativas e vieram provar que os jovens estão particularmente empenhados nesta causa”, sublinhou o diretor-geral do Electrão, Pedro Nazareth, citado na nota.

A Escola Secundária de Serpa, no distrito de Beja, foi o estabelecimento de ensino que melhor resultado apresentou, tendo conseguido recolher quase 33 mil quilos de pilhas, lâmpadas e equipamentos elétricos.

Nesta edição destacaram-se, igualmente, a Escola Profissional de Coruche, no distrito de Santarém (21 mil quilos), e a Escola Básica e Secundária Padre António Morais da Fonseca, em Murtosa, distrito de Aveiro (18 mil quilos).

As escolas que participaram neste projeto vão receber um incentivo financeiro em função da quantidade recolhida, o que corresponde a 50 euros por cada tonelada de lâmpadas e outros equipamentos elétricos usados e 75 euros por cada tonelada de pilhas e baterias.

Este ano, o valor total a atribuir às escolas é de 13.260 euros.

Além deste valor, serão também distribuídos cheques-prenda de uma loja de eletrodomésticos e equipamento eletrónico, no valor de 12.450 euros.

Este projeto já permitiu em dez edições a recolha de mais de seis mil toneladas de resíduos nas escolas aderentes.