Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre considerada uma Eco-Escola

Bandeira Eco_Escola

A Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre é, de forma oficial, uma Eco-Escola no ano letivo de 2020/21.

A partir desta semana, a bandeira das eco-escolas está hasteada junto à entrada do edifício, numa clara demonstração das boas práticas da escola ao nível da Sustentabilidade e da educação Ambiental.

A cerimónia reuniu elementos da comunidade educativa e parceiros da Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre, como o Agrupamento de Escolas José Régio, o ICNF e o Parque Natural da Serra de São Mamede. Antes do hastear da bandeira, o fotógrafo de vida selvagem, Ricardo Lourenço, transmitiu conhecimentos e mostrou a riqueza do seu trabalho fotográfico aos alunos da Escola.

O hastear da bandeira assumiu contornos de grande solenidade com um grupo de jovens músicos formados pela Banda Euterpe, a tocarem músicas que animaram a audiência. No final da cerimónia, a diretora da EHT Portalegre, Maria Conceição Grilo, salientou: “Esta escola é uma referência, seja na formação técnica na área do Turismo, seja na transmissão de princípios de civismo e de cidadania, como são os valores do Ambiente e da Sustentabilidade.”

A Associação Bandeira Azul, entidade que desenvolve o “Foundation for Environmental Education” em Portugal e determina se as entidades cumprem os critérios, ou não, já tinha reconhecido que o trabalho desenvolvido pela Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre era merecedor desta poder ter o estatuto de Eco-Escola, mas por força da pandemia, o hastear da bandeira só pôde acontecer na passa segunda-feira.