Quinta-feira, Maio 23, 2024

“Ervas e Companhia” de regresso a Orada para celebrar «puro sabor e valor» das ervas regionais

- Pub -

O festival “Ervas e Companhia” foi inaugurado esta sexta-feira, ao final da tarde, na aldeia de Orada, no concelho de Borba. Um evento que pretende celebrar o «puro sabor e valor» das ervas regionais, segundo Paulo Laranjo, presidente da Casa da Cultura da Orada.

«Isto nasceu porque a Orada, sendo uma freguesia rural, uma freguesia do campo, em que as pessoas têm uma ligação muito forte ao campo e aquilo que o campo dá e a natureza oferece», afirmou o presidente aos jornalistas.

O evento conta também com vários expositores que demonstram o que os populares fazem com as referidas ervas. Um deles, e muito destacado por Paulo Laranjo, foi o do IEFP.

«Convidámos também o IEFP com toda aquela demonstração e todo o gosto de aplicar as plantas de uma forma diferente, ou seja, vamos buscar o passado, da forma como as plantas eram utilizadas, e também o presente e possivelmente o futuro», destacou.

João Pedro Leitão, presidente da Junta de Freguesia de Orada, também aos jornalistas, disse que este festival «é um evento que dignifica a freguesia».

«Ele promove as ervas aromáticas que fazem parte da cozinha alentejana, principalmente aqui da nossa zona de Borba. E das plantas medicinais, aquelas plantas que os nossos avós falavam», acrescentou o presidente da junta.

«É um pouco disto tudo e é bom que não se perca esta tradição. Isto é muito importante. Mantemos esta tradição para não que se perca o conhecimento das propriedades de cada erva e de cada planta», realçou ainda.

Já a vereadora municipal com o pelouro da Cultura, Sofia Dias, sublinhou que é «uma das feiras de destaque a nível do concelho».

«Sempre que divulgámos, a nível nacional e internacional, as nossas feiras, esta é sempre uma que, apesar de não ser promovida por nós, é amplamente divulgada e valorizada também neste contexto», referiu.

«Esta é outra grande iniciativa que valoriza a freguesia e, no fundo, puxa aqui por uma área muito importante. A área das ervas alimentares, medicinais e no fundo gastronómicas, que são extremamente importantes, que eram extremamente importantes antigamente e que estão cada vez mais presentes na nossa gastronomia e no nosso dia a dia”, destacou a vereadora.

Relativamente a investimentos, Sofia Dias apenas disse que «muito», «quer ao nível do artista que pagamos, quer ao nível de todo o aluguer de equipamentos que são necessários para esta feira».

«O nosso apoio é precisamente no sentido de garantir que a feira decorre com toda a comodidade, quer para quem está a promovê-la, quer para os expositores, quer para quem nos visita», concluiu.

Fique de seguida com as imagens da inauguração deste certame, numa reportagem de Luís Diabão:

- Pub -

Também pode gostar

- Pub -

Últimas Notícias

Encontro FitSénior promove vida saudável em Moura

No próximo dia 24 de maio, em Moura, ocorrerá o Encontro FitSénior, um evento intermunicipal de atividade física para...