Equipa de Montemor-o-Novo venceu os três primeiros encontros do Campeonato Nacional de Xadrez

Campenonato Nacional de Xadrez

Ao fim de três jornadas do Campeonato Nacional por Equipas da 1.ª Divisão, que se joga nas instalações do Pavilhão Municipal de Rio de Moinhos (Penafiel), a equipa da A.XAT de Montemor-o-Novo está a defender o título da melhor forma, pois ganhou os três encontros e partilha a liderança com o conjunto de O Amanhã da Criança.

A A.XAT parece assim em condições de renovar a coroa nacional, num ano em que decidiu apostar nos jovens talentos portugueses para integrarem a respetiva equipa principal. São os casos de José Francisco Veiga e de Bruno Martins, que se juntam aos categorizados grandes mestres espanhóis Manuel Perez Candelário e Jaime Santos Latasa num conjunto poderoso.

Os triunfos sobre a Academia de Xadrez de Gaia (3,5-0,5), o CX Montemor-o-Velho (3-1) e Assembleia Figueirense (3-1) permitem à A.Xat sonhar com a revalidação do título, com um terço da prova cumprido.

Também com três triunfos – 2,5-1,5 sobre o GX Porto, 3-1 sobre a Profigaia/Escola Profissional e 2,5-1,5 sobre o Santoantoniense – segue a equipa de O Amanhã da Criança. O conjunto maiato, repescado à última hora para jogar a 1.ª Divisão (na vaga deixada pela AX Portugal,) apresenta uma formação muito jovem e está a dar boa conta do recado.

Na terceira posição está o GD Dias Ferreira, outro dos grandes candidatos ao título. A equipa matosinhense bateu o CX Montemor-o-Velho (3-1) e o GX Porto (4-0), mas empatou (2-2) na segunda ronda com a Assembleia Figueirense e perdeu o contacto com o topo da tabela. Neste duelo destacou-se pelos figueirenses a vitória do grande mestre português Luís Galego no segundo tabuleiro sobre o grande mestre arménio Karen Grigoryan, o jogador mais cotado do torneio com os seus 2665 pontos Elo.

O Nacional da 1.ª Divisão 2019/2020 é a primeira competição de xadrez presencial organizada pela Federação Portuguesa de Xadrez após a paragem forçada devido à pandemia do coronavírus. As condições proporcionadas aos jogadores e o cumprimento escrupuloso de todas as normas de higiene e segurança têm demonstrado não haver razões para colocar em causa a realização da prova. Os participantes no campeonato têm-se mostrado agradados pela forma como as novas normas estão a ser implementadas, podendo assim jogar com todas as condições de segurança.

O campeonato, que consta de nove rondas, decorre até ao dia 28 de agosto e as partidas podem ser acompanhadas online no site da FPX e através das plataformas habituais (Chess24, Follow Chess e Chess Bomb).