Entidades portuguesas e espanholas reuniram no Porto de Sines para potenciar o relacionamento entre empresas

O Porto de Sines recebeu a Sessão dos “Encontros Marítimo-Portuários Hispano-Portugueses” que promoveu o relacionamento bilateral entre a comunidade portuária, logística e industrial local com a comunidade logística e portuária de Cádiz, contando também com a presença de representantes dos portos de Algeciras e de Sevilha, bem com das respectivas Câmaras de Comércio.

Esta acção foi enquadrada no âmbito do projecto FOCOMAR que visa potenciar o relacionamento entre PMEs e espaços portuários, para que ambos façam parte das cadeias logísticas de produção, transporte e distribuição, e para que os portos não desenvolvam as suas actividades como um elo independente e alheio ao tecido comercial. Este projecto pretende também promover eventuais oportunidades oferecidas pela área de cooperação do programa transfronteiriço Portugal-Espanha (POCTEP), direccionado para as regiões do Alentejo e Andaluzia.

Na sessão que decorreu no Auditório da APS, os participantes tiveram oportunidade de ficar a conhecer as principais valências e os projectos de desenvolvimento do Porto de Sines, visitando ainda os terminais portuários, a Zona Industrial e Logística de Sines e o Sines Tecnopolo. No decorrer do evento foi também apresentado o estudo desenvolvido no âmbito do projecto e que pretendeu analisar e caracterizar o tecido empresarial de Sines, nomeadamente as necessidades no âmbito da cadeia logística.

O projeto FOCOMAR é coordenado pelas “Cámaras da Andalucía”, tendo como parceiros o “Sines Tecnopolo”, a “Cámara de Huelva”, a “Cámara de Sevilla”, a “Cámara de Campo de Gibraltar”, o “Centro Europeo de Empresas e Innovación – Bahia de Cadiz”, a “Cámara de Jerez”, a “Confederación de Empresarios de Cadiz”, a “Agencia Idea”, a “IEDT – Cadiz” e a “APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve, SA”. É realizado ao abrigo do Programa INTERREG V A España-Portugal (POCTEP) 2014-2020 y financiado a 75% pela União Europeia através do FEDER.