Em Março a venda de brinquedos caíu 24%

As compras online de brinquedos aumentaram 218% em Portugal, em Março deste ano. No entanto, a venda total registou uma quebra de 24%, com as compras offline a registarem uma descida de 31%. Os dados são da GfK e resultam da comparação com o mês homólogo.

Apenas duas categorias apresentaram tendências positivas: jogos & puzzles (+39%) e artes & trabalhos manuais (+3%). Todas as restantes categorias viram as suas vendas descer: peluches (-59%), bonecas (-41%), infantil e pré-escolar (-30%), veículos (-30%), figuras de acção (-24%), construções (-21%), desporto e ar livre (-21%) e electrónicos (-15%).  Com estas tendências jogos & puzzles passou a ser a categoria mais importante, seguida de construções e bonecas.

Ficha Técnica: GfK Painel Retalhista Brinquedos. Informação mensal de sell out dos principais retalhistas no mercado português; Amostra de mais de 2.500 pontos de venda (online e offline), entre Hipermercados, Supermercados, Especialistas de Brinquedos e Cadeias Multiespecialistas.

(Fonte: GfK Portugal)