Em Fevereiro, antes da pandemia, o Alentejo destacou-se em todos os indicadores turísticos

Hotel

O mês de Fevereiro ficou marcado por uma subida nos números do turismo em Portugal e nomeadamente no Alentejo, este que foi o ultimo mês antes da Covid-19 tornar-se numa pandemia e paralisar todos os sectores económicos e muito em especial o turismo.

Segundo os dados agora divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística, no mês de Fevereiro o sector do alojamento turístico registou 1,6 milhões de hóspedes e 3,8 milhões de dormidas em Fevereiro de 2020, correspondendo a variações de +15,3% e +14,7%, respectivamente (+12,0% e +7,7% em Janeiro, pela mesma ordem). As dormidas de residentes aumentaram 26,4% (+11,8% em Janeiro) e as de não residentes cresceram 9,5% (+5,8% no mês anterior).

O Alentejo destacou-se praticamente em todas as áreas, tendo registado um aumento de 39,8% nas dormidas, sendo que no conjunto dos dois primeiros meses do ano o Alentejo estava com um aumento de 27,4%.

No que diz respeito a dormidas de residentes o Alentejo registou um aumento em Fevereiro de 32,8% e de 21,5% nos dois primeiros meses do ano. Já relativamente a dormidas de não residentes o Alentejo registou uma subida, em Fevereiro, de 57,8% e nos dois primeiros meses do ano de +42,5%.

Relativamente à estadia média, a nível nacional sofreu uma redução de 0,5%, no entanto, o Alentejo destacou-se com um aumento de 6,6%.

No que respeita à evolução dos proveitos, em Fevereiro, o Alentejo voltou a destacar-se com um aumento de 34,5% nos primeiros totais e +43,9% nos de aposento.

No conjunto dos estabelecimentos de alojamento turístico, o rendimento médio por quarto disponível (RevPAR) situou-se em 28,3 euros em Fevereiro, o que correspondeu a um aumento de 5,5% (+4,0% em Janeiro), sendo que também neste aspecto o Alentejo se destacou com +22,4%.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística e como é previsível, o impacto da pandemia da Covid-19 venha a influenciar todos estes números nos próximos meses.