Em dezembro desagravou a seca meteorológica no Alentejo, mas ainda há locais com menos de 40% de água no solo

Apesar das fortes chuvas que caíram no final do ano de 2019, ainda há regiões no Alentejo com percentagem de água no solo inferior a 40 %.

Segundo os dados disponibilizados pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os valores de água no solo inferir a 40% verifica-se principalmente em alguns locais do Baixo Alentejo, como mostra os mapas em baixo.

Segundo o IPMA, o mês de Dezembro de 2019, em Portugal continental, classificou-se como quente em relação à temperatura do ar e chuvoso em relação à precipitação.

O valor médio da quantidade de precipitação em Dezembro foi superior ao normal e corresponde a cerca de 127 % do valor normal mensal.

No final do mês Dezembro verificou-se um aumento dos valores de percentagem de água no solo, em relação ao final de Novembro em todo o território, sendo de destacar:

– Região Sul: aumento significativo da percentagem de água no solo;

– Alguns locais do Baixo Alentejo e Algarve ainda com valores inferiores a 40%.

De acordo com o índice PDSI, no final Dezembro as regiões do Norte e Centro já não estão em situação de seca meteorológica verificando-se até as classes de chuva severa e moderada em grande parte do território a norte do cabo Mondego. Na região Sul verificou-se um desagravamento significativo da situação de seca meteorológica.