Distrito de Portalegre: Em 6 dias, GNR deteve 12 pessoas, multou 101 condutores e registou 10 acidentes

Ocorrências da GNR

Como vem sendo habitual, o Comando Territorial de Portalegre da GNR deu a conhecer o resultado das operações realizadas no distrito de Portalegre, na semana de 12 a 18 de abril.

Estas operações visaram a prevenção e o combate à criminalidade, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados:


1.    
Detenções: 12 detidos, destacando-se:

·         Quatro por condução sem habilitação legal;

·         Quatro por condução sob influência do álcool;

·         Dois por tráfico de estupefacientes.

2.    Apreensões:

·         567 doses de anfetaminas;

·         492 doses de liamba;

·         11 plantas de canábis;

·         Dois quilos de tabaco em folha triturado;

·         20 sementes de canábis;

·         2 890 euros em numerário;

·         Diverso material relacionado com a preparação, tráfico e cultivo de estupefacientes;

·         Uma espingarda caçadeira de calibre 12;

·         Uma arma de ar comprimido de calibre .22;

·         Oito munições de diversos calibres;

·         Nove telemóveis e outros dispositivos eletrónicos.

3.    Trânsito:   

Fiscalização: 101 infrações detetadas, destacando-se:

·         Dez por falta de inspeção periódica obrigatória;

·         Quatro por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;

·         Duas por deficiência ou falta de uso de iluminação;

·         Uma por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;

    Sinistralidade: Dez acidentes registados.

·         Cinco feridos leves.

4.    Fiscalização Geral: Dois autos de contraordenação relativo à proteção da natureza e do ambiente.

5.    Ações de sensibilização:

·         157 no âmbito do programa “Idosos em Segurança”, tendo sido sensibilizados 603 idosos;

·         127 no âmbito do programa “Comércio Seguro”, tendo sido sensibilizados 163 comerciantes;

·         75 no âmbito do programa “Escola Segura”, tendo sido sensibilizadas 906 pessoas da comunidade escolar.