Distrito de Évora foi onde se registou a maior redução na constituição de empresas

Apoiar empresas

De acordo com a Iberifrom, as insolvências tiveram um aumento homólogo de mais de 35% em Janeiro de 2020, enquanto as constituições decresceram cerca de 23%. Outros serviços e setor transformador são os que perdem mais empresas. 

De acordo com os dados agora divulgados, as declarações de insolvências requeridas aumentaram 20,7% face a 2019 (atingindo um total de 111 pedidos), enquanto as apresentações à insolvência pelas próprias empresas cresceram 18%, totalizando 118 apresentações. Foi declarada a insolvência de 331 empresas (+47,8%) e o período em análise registou a formalização de seis planos de insolvência, mais três que no ano passado.

Portalegre foi um dos distritos onde se registou um maior aumento das insolvências, de duas para cinco, ou seja, um aumento de 150%. No sentido contrário, com valor inferiores a 2019, estão Évora e Beja com três insolvências cada.

Já no que respeita a constituições de empresas, a nível nacional caiu 23,2% em Janeiro, pois no primeiro mês do ano foram criadas 5.120 novas empresas, menos 1.548 que em 2019.

Neste item a Iberifrom apenas disponibilizada o número de constituições no distrito de Évora, onde se verificou uma queda de -48,4%, sendo assim a maior redução a nível nacional.