Direcção-Geral do Património Cultural adquire Insígnia da Ordem Militar de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa

A Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) adquiriu recentemente para o Palácio Nacional da Ajuda (PNA) quatro peças que pertenceram ao rei D. Miguel.

Segundo a DGPC, “considerando a proveniência deste relevante conjunto de obras, o seu contexto histórico de suporte e inquestionável qualidade artística, entende-se que esta aquisição contribui para a valorização das colecções do património nacional e, em particular, do acervo do PNA.”

Do lote adquirido, faz parte a Insígnia da Ordem Militar de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, do rei D. Miguel. A Insígnia de Grã-Cruz, em ouro e esmalte, proveniente do espólio de D. Miguel, recebida em herança pela sua irmã, D. Ana de Jesus Maria de Bragança, que a transmitiu aos seus descendentes e herdeiros.

Outro dos destaques vai para a Espada de ouro de D. Miguel, uma obra de inquestionável singularidade, qualidade estética e artística, que em muito enriquecerá o Tesouro Real e a sua futura exposição na ala poente do Palácio da Ajuda.