Desde 31 de janeiro já foram controlados mais de 24 mil cidadãos nas fronteiras do Alentejo

Fronteiras

No âmbito da reposição temporária do controlo de pessoas nas fronteiras com Espanha, determinada para fazer face à doença COVID-19, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e a Guarda Nacional Republicana (GNR) controlaram, entre os dias 31 de janeiro e 11 de fevereiro, um total de 129.926 cidadãos e 118.100 viaturas nos pontos de passagem autorizados (PPA).

Relativamente a cada um dos PPA, de acordo com ao dados agora revelados pelo Ministério da Administração Interna, foi controlado o seguinte número de cidadãos:

PPA permanentes – 24 horas por dia, 7 dias por semana:

– Valença, Viana do Castelo – 52.792

– Vila Verde da Raia, Chaves – 14.130

– Quintanilha, Bragança – 5.006

– Vilar Formoso, Guarda – 18.223

Marvão, Portalegre – 1.709

– Caia, Elvas – 17.174

Vila Verde de Ficalho, Beja – 3.898

– Castro Marim, Faro – 8.763

PPA dias úteis – dias úteis das 07h00 às 09h00 e das 18h00 às 20h00

– Monção – 5.025

– Miranda do Douro – 450

– Termas de Monfortinho – 1.081

Mourão – 1.383

Barrancos – 283

PPA 4a feira e sábados – das 10h00 às 12h00

Rio de Onor – 9

Deste total de 129.926 cidadãos, 901 foram impedidos de circular pelos pontos de passagem autorizados. As recusas de circulação verificaram-se em Valença (287), Castro Marim (181), Caia (140), Vila Verde da Raia (103), Vilar Formoso (83), Quintanilha (23), Marvão (21), Vila Verde de Ficalho (24), Monção (15), Miranda do Douro (7), Barrancos (6), Monfortinho (8) e Mourão (3).

A GNR controlou 118.100 viaturas, das quais 55.247 mil pesados de mercadorias e 62.853 mil viaturas ligeiras. Nos pontos de passagem não autorizados, a GNR reencaminhou 222 viaturas para os PPA.