Crato: Judiciária adianta que jovem detido, tem 20 anos, terá abusado de menina que fugiu de uma instituição

Policia Judiciária

Conforme ODigital.pt noticiou, esta quinta-feira, o Ministério Público de Portalegre deteve três indivíduos indiciados dos crimes de abuso sexual de criança, no Crato.

A detenção foi efectuada com a colaboração da Policia Judiciária, que agora dá mais informações sobre este caso.

Segundo a PJ, trata-se de um homem, com 20 anos de idade, que foi detido por fortes indícios da prática de crimes de abuso sexual de crianças e de actos sexuais com adolescentes.

Ainda segundo esta força policial, “o presumível autor é suspeito de ter abusado sexualmente de uma menina, desde os 13 anos de idade, altura em que a menor fugiu de uma instituição e passou a viver em união de facto com o visado”, acrescentando ainda que “os factos ocorreram desde agosto de 2018, na habitação de familiares do suspeito e com a conivência dos pais, o que levou a que ambos, com 55 e 51 anos de idade, fossem igualmente detidos enquanto cúmplices dos crimes em investigação, tendo a menor sido conduzida a uma instituição de acolhimento.”

Como noticiamos esta manhã, os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicadas as medidas de coação de apresentações semanais às autoridades e de proibição de contactos com a vítima.